Blog

Cuidados com seu pet nas festas de final de ano

As comemorações de final de ano são pura diversão para as pessoas, porém esta época pode oferecer várias situações de risco para o seu animal de estimação. Durante as festas, o número de atendimentos de emergência em clínicas veterinárias aumenta significativamente por causa de acidentes domésticos que, em sua maioria, poderiam ser evitados com alguns cuidados bem simples.

Normalmente, os acidentes envolvem, principalmente, enfeites natalinos, choque por causa das lâmpadas de iluminação, intoxicação alimentar e, até mesmo, fugas devido ao medo dos fogos de artifício.

Cães e gatos podem acabar engolindo bolas, laços e até mesmo partes de galhos da árvore e objetos pontiagudos. Lâmpadas pisca-pisca também costumam ser um grande problema. A iluminação que enfeita o anoitecer oferece risco de choque elétrico e queimaduras na língua e no focinho até, em casos mais graves, alterações neurológicas ou de metabolismo. A melhor indicação para os enfeites natalinos é mantê-los longe do alcance dos animais e ficar sempre atento ao comportamento deles.

Os fogos de artifício ainda é o pior de todos, pois o alto barulho dos fogos de artifícios provoca imenso pânico nos animais, o que acaba ocasionando um número alto de acidentes dos mais variados tipos. Com o susto, por exemplo, os animais podem saltar muros ou se atirar pela janela em busca de fuga.

Os cachorros, em especial, apresentam uma sensibilidade e incômodo maior ao barulho devido à sua audição avançada e superapurada. Para você ter uma ideia, para os cães, o barulho que os foguetes fazem é equivalente à uma explosão de uma bomba atômica.

O recomendado é que os donos fiquem bem próximos aos seus animais para tranquilizá-los e, se acharem necessário, colocar um pouco de algodão em seus ouvidos para amenizar os barulhos das explosões.

Compartilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn